ASSOBRAFIR Ciência
https://assobrafirciencia.org/article/5de125a70e882562504ce1d5
ASSOBRAFIR Ciência
Artigo de Revisão

Efeitos dos programas educacionais em pacientes com asma: revisão sistemática

Effects of educational programs in patients with asthma: systematic review

Luciana Bilitário Macedo, Camila Biscaia Silva Araújo, Cristiane Maria Carvalho Costa Dias

Downloads: 4
Views: 1118

Resumo

Introdução: a asma é uma doença inflamatória crônica caracterizada pela hiperresponsividade (HR) das vias aérea inferiores e por limitação variável ao fluxo aéreo, reversível espontaneamente ou com tratamento. A educação na asma é baseia-se no controle da doença e pretende impactar positivamente no comportamento frente à doença. Objetivo: esclarecer sobre os efeitos dos programas educacionais em pacientes com asma. Metodologia: estudo do tipo revisão sistemática, busca realizada no período entre janeiro de 2001 a dezembro de 2011 nas seguintes bases de dados eletrônicos: Biblioteca Virtual em Saúde (somente artigos), pubmed e Scielo, nos idiomas inglês, português e espanhol. Foram incluídos os artigos que abordaram a aplicação de um programa de saúde em pacientes asmáticos adultos, com idades maior que 19 anos, ambos os gêneros, tendo como característica metodológica serem estudos de intervenção. Na busca pelos artigos, foram localizados 32 estudos, sendo seis incluídos nesta revisão. Resultados: foi possível constatar que as intervenções diversificavam-se em questionários, aulas explicativas, videoconferências e treinamento da técnica inalatória. Os resultados das intervenções foram positivos quanto à melhora clínica dos pacientes, com a diminuição no número de hospitalizações e das visitas aos centros de emergência. Conclusão: a educação em pacientes com asma tem relevância significativa, mas é importante ressaltar a lacuna encontrada na literatura ao não descrever os possíveis efeitos negativos ou nulos dos programas educacionais.

Palavras-chave

Educação em saúde; Asma; Prevenção.

Abstract

Introduction: Asthma is a chronic inflammatory disease characterized by hyperresponsiveness (HR) of the airways with variable airflow limitation, reversible either spontaneously or with treatment. Education in asthma intend to support the control of the disease, having a positive impact on the behavior towards the disease. Objective: To clarify the effects of educational programs in patients with asthma. Methodology: A systematic review, covering the period of January 2001 to December 2011 and performed in the following electronic databases: Biblioteca Virtual em Saúde, Pubmed and Scielo, in english, portuguese and spanish languages.Thirty two studies were found and six were included in this review. Results: The interventions ranged from questionnaires, tutorials and conferencing to training of inhalation technique and resulted in clinical improvement, decreasing the number of hospitalizations and visits to emergency centers. Conclusions: The educational programs in patients with asthma have significant relevance, but is important to highlight that there is a gap in the literature concerning information about the possible negative or non-effects of the educational programs.

Keywords

Health education; Asthma; Prevention.

Referências

1. Sociedade Brasileira de Alergia e Imunopatologia, Sociedade Brasileira de Pediatria, Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia. II Consenso Brasileiro no Manejo da Asma. J Pneumol. 1998 Jul-Ago;24(4):171-276.

2. Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia. III Consenso Brasileiro no Manejo da Asma. J Pneumol. 2002;28(Supl 1):S1-S28.

3. IV Diretrizes Brasileiras para o Manejo da Asma. J Bras Pneumol. 2006;32 Suppl 7: S447–74.

4. Bettencourt AR, Oliveira MA, Fernandes AL, Bogossian M. Educação de pacientes com asma: atuação do enfermeiro. J Pneumol. 2002;28(4):193-200.

5. Put C, van den Bergh O, Lemaigre V, Demedts M, Verleden G. Evaluation of an individualized asthma programme directed at behavioural change. Eur Respir J. 2003 Jan;21(1):109-15.

6. Smith SM, Mitchell C, Bowler SD, Heneghan C, Perera R. The health behaviour and clinical characteristics of ambulance users with acute asthma. Emerg Med J. 2009 Mar;26(3):187-92.

7. Brandão HV, Cruz CS, Pinheiro MC, Costa EA, Guimarães A, Souza-Machado A, Cruz AA. Risk factors for ER visits due to asthma exacerbations in patients enrolled in a program for the control of asthma and allergic rhinitis in Feira de Santana, Brazil. J Bras Pneumol. 2009 Dec;35(12):1168-73.

8. Angelini L, Robles-Ribeiro PG, Carvalho-Pinto RM, Ribeiro M, Cukier A, Stelmach R. Twoyear evaluation of an educational program for adult outpatients with asthma. J Bras Pneumol. 2009 Jul;35(7):618-27.

9. Carmo TA, Andrade SM, Cerci NA. Evaluation of an asthma control program in family health units. Cad. Saúde Pública. 2011 Jan;27(1):162-172.

10. Ministério da Saúde. Sistema Único de Saúde: princípios e conquistas. Brasília, DF; 2000.

11. Ministério da Saúde. Política de Educação e Desenvolvimento para o SUS. Caminhos para a Educação Permanente em Saúde. Pólos de Educação Permanente em Saúde. Brasília, DF; 2003.

12. Ministério da Saúde. Portaria n. 198/GM/MS, de 13 de fevereiro de 2004. Institui a Política Nacional de Educação Permanente em Saúde como Estratégia do Sistema Único de Saúde para a formação e o desenvolvimento de trabalhadores para o setor e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, DF: Ministério da Saúde; 2004a.

13. Coriolano MW de L, Lima MM, Queiroga BAM, Ruiz-Moreno L, Lima LS. Educação permanente com agentes comunitários de saúde: uma proposta de cuidado com crianças asmáticas. Trabalho, Educação e Saúde, 10 (1), 37-59, 2012.

14. Emerson F, Tebyriçá JN. Educação e asma. Rev Bras Alerg Imunol. 1998;21(6):209-217.

15. Ponte E, Franco RA, Souza-Machado A, Souza-Machado C, Cruz AA. Impact that a program to control severe asthma has on the use of Unified Health System resources in Brazil. J Bras Pneumol. 2007 Feb;33(1):15-9.

16. Cano-De La Cuerda R, Useros-Olmo AI, Muñoz-Hellín E. Effectiveness of Therapeutic Education and Respiratory Rehabilitation Programs for the Patient with Asthma. Arch Bronconeumol. 2010 Nov; 46(11):600-6.

17. de Oliveira MA, Faresin SM, Bruno VF, de Bittencourt AR, Fernandes AL. Evaluation of an educational program for socially deprived asthmatic patients. Eur Respir J. 1999 Oct;14(4):908-14.

18. Krahn M. Issues in the cost-effectiveness of asthma education. Chest. 1994 Oct;106(4 Suppl):S264-9.

19. Sullivan SD, Weiss KB. Health economics of asthma and rhinitis. II. Assessing the value of interventions. J Allergy Clin Immunol. 2001 Feb;107(2):203-10.

20. Sullivan S, Elixhauser A, Buist S, Luce BR, Eisenberg J, Weiss KB. National asthma education and prevention program working group report on the cost effectiveness of asthma care. Am J Respir Crit Care Med. 1996 Sep;154(3 Pt 2):S84-95.

21. Oliveira MA, Bruno VF, Ballini LS, Brito-Jardim JR, Fernandes AL. Evaluation of an educational program for asthma control in adults. J Asthma. 1997;34:395-403.

22. Weiss KB, Gergen PJ, Hodgson TA. An economic evaluation of asthma in the United States. N Engl J Med. 1992 Mar 26;326(13):862-6.

5de125a70e882562504ce1d5 assobrafir Articles
Links & Downloads

ASSOBRAFIR Ciência

Share this page
Page Sections